quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

"Acontece em Coimbra Oeste" - Novembro de 2017




No dia 14 de novembro de 2017, os alunos dos 3.º e 4.º anos das Escolas Básicas do 1.º Ciclo de Ameal, Arzila e Taveiro participaram numa atividade inserida no projeto Acontece em Coimbra Oeste, em parceria com a Biblioteca Escolar da EB 2, 3 de Taveiro, o PNC e “Clássicos em Rede”. Na mesma atividade, participaram também os alunos dos mesmos anos da Escola Básica do 1.º Ciclo de Casais do Campo, no dia 21 do mesmo mês.
Dado o dia 4 de novembro ter sido o Dia Mundial do Cinema, a sessão começou com essa menção e o visionamento do primeiro filme mundial, L’Arrivée d’un Train à La Ciotat, dos irmãos Lumière, de 28 de dezembro de 1895, apresentado no salão Grand Café, em Paris. Os alunos ficaram ainda a saber que, nessa mesma ocasião, os Lumière fizeram a apresentação pública do seu invento ao qual chamaram Cinematógrafo e que um filme é uma história contada através de uma sucessão de imagens em movimento, o qual é ilusório.
Sempre na perspetiva de que todos têm uma história, uma origem, uma cultura, foi destacado o papel da Grécia e da sua cultura. Assim, visualizaram excertos de um filme sobre o Minotauro e o labirinto de Creta, a fim de os sensibilizar para a Cultura Clássica e de lhes demonstrar que os Gregos foram um povo politeísta para quem os mitos serviram como forma de explicação de vários fenómenos. Conheceram, igualmente, exemplos do mito apresentado, existentes na atualidade e representados em várias artes, nomeadamente na cerâmica, na escultura e na pintura. De seguida, desenharam o Minotauro.
Mais tarde, foi destacado o Dia Internacional dos Direitos das Crianças (20 de novembro), tendo sido feita a distinção entre direito e desejo bem como a referência a vários direitos, por exemplo, casa digna (artigo 27), oportunidades de poder exercer a própria cultura, língua e religião (artigo 31), ar puro (artigo 24), proteção contra abuso e negligência (artigo 19), alimentação saudável e nutritiva (artigo 24), água potável (artigo 24), oportunidade para partilhar as suas opiniões (artigo 12), cuidados de saúde (artigo 24), tratamento justo e não discriminativo (artigo 2), educação (artigos 28, 29) e brincar (artigo 30). Neste âmbito, os alunos escreveram os seus direitos numa figura infantil, representando os meninos e as meninas das respetivas turmas. Com essas figuras, foi feita, em dezembro, uma instalação designada “A Árvore dos Direitos”, na BE da EB 2,3.

Por fim, foi feita a avaliação da sessão.








Nenhum comentário: