quarta-feira, 10 de junho de 2020

Рената Таирова. «Canção do mar» - Слепые прослушивания - Голос.Дети - Се...

 10 de JUNHO!

Assinala-se hoje o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, uma data que estava prevista ser comemorada pela Presidência da República na Região Autónoma da Madeira e em África do Sul, mas que devido à pandemia, levaram ao seu cancelamento, e a ser comemorada pelo Presidente da República, com um programa mais simples, no Mosteiros dos Jerónimos em Lisboa, onde estarão apenas dois oradores e seis convidados.

O Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas é assinalado, com estas designações, desde 1977. Durante o Estado Novo este dia era assinalado como o Dia da Raça. 
A primeira referência legal atribuída a este dia, declara «o Dia de Festa Nacional e de Grande Gala» surge em 1880, num decreto das Cortes Reais, em que o rei D. Luís 1.º decidiu aceitar a data, que marcava os 300 anos da morte de Luís Vaz de Camões (10 de junho de 1580).

«Após a queda da Monarquia e a implantação da República, em 1919, na primeira lista de feriados nacionais elaborada pelo Governo, não aparece ainda o 10 de Junho, aparecendo numa fase mais tardia, após o golpe do 28 de maio de 1926, as celebrações passam a ter especial ênfase como Dia da Raça. 

«Apesar de já ser assinalado pelos portugueses, o Dia de Portugal surge fixado como 10 de junho num decreto-lei de 04 de janeiro de 1952. A revolução nascida do 25 de Abril de 1974 risca a comemoração do Dia da Raça e o Dia de Camões passa a ganhar relevância»

Em 1977, por decreto de 4 de Março, foi consagrado o novo significado ao 10 de Junho como "representação do Dia de Portugal, como harmoniosa síntese da Nação Portuguesa, das comunidades portuguesas e de Luís Vaz de Camões, passando a designar-se por "Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas". 

A partir de 1977, as comemorações oficiais tiveram sede em várias cidades portugueses, e nos últimos anos, têm também sido efetuadas em cidades de outros países, junto de comunidades portuguesas.

Fonte: DN, edição 2017

Desafios de Leitura para junho - LER+ sobre o ambiente



Desafios de Leitura
 

Título: O Planeta Azul
Autora: Luísa Ducla Soares
Editora: Porto Editora
Sinopse:

Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para alunos do 5º e 6º anos sem hábitos de leitura, destinado a leitura orientada.

Quem quer viajar até ao Planeta Azul?
Não precisa de embarcar num foguetão, de vestir um fato espacial, de se preparar para encontros imprevisíveis com seres e paisagens distantes.
O Planeta Azul está bem perto, debaixo dos nossos pés: é a Terra, tão conhecida e tão ignorada, sempre capaz de nos fazer refletir e deslumbrar.

BOAS LEITURAS!

sábado, 6 de junho de 2020

“A Natureza está nos mandando uma mensagem clara”, diz ONU no dia do mei...

Como aqui chegámos? Do Big Bang ao dia em que nasceste , Philip Bunting

5 de junho - DIA MUNDIAL DO AMBIENTE PORQUE SOMOS TODOS RESPONSÁVEIS!!!

O Dia Mundial do Meio Ambiente foi criado em 1972, na Assembleia Geral das Nações Unidas. A criação da data marcou a abertura da Conferência das Nações Unidas sobre o Ambiente Humano, também chamada de Conferência de Estocolmo, que reunia 113 países e 250 organizações não governamentais.
Nessa ocasião a ONU (Organização das Nações Unidas) criou o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) e estabeleceu 26 princípios e Planos de Ações que visavam a maior proteção do meio ambiente, os quais estão apresentados na Declaração da Conferência da ONU sobre o Meio Ambiente. De acordo com essa declaração, “chegamos a um ponto na História em que devemos moldar nossas ações em todo o mundo, com maior atenção para as consequências ambientais. Através da ignorância ou da indiferença podemos causar danos maciços e irreversíveis ao meio ambiente, do qual nossa vida e bem-estar dependem. Por outro lado, através do maior conhecimento e de ações mais sábias, podemos conquistar uma vida melhor para nós e para a posteridade, com um meio ambiente em sintonia com as necessidades e esperanças humanas...”
A data foi criada com o objetivo de conscientizar a sociedade a respeito do meio ambiente e de como as nossas atitudes podem causar impactos negativos que afetarão as futuras gerações. Também tem por objetivo lembrar a população e governantes sobre a importância do meio ambiente e buscar medidas que garantam o desenvolvimento, mas não afetem a natureza.
A cada ano o Dia Mundial do Meio Ambiente aborda um tema de grande relevância para o planeta e levanta discussões importantes sobre o assunto. Além disso, ações são criadas para reduzir ou até mesmo eliminar o problema ambiental tratado.
Em 2018, o tema do Dia Mundial do Meio Ambiente é “Acabe com a Poluição Plástica”. A ideia desse tema é mostrar à população a importância de se reduzir a quantidade de plástico utilizado e alertar sobre os prejuízos que esses produtos causam nos oceanos.
→ O que posso fazer para preservar o meio ambiente?
Diversas atitudes simples podem ser tomadas pela população para preservar o meio ambiente.
Veja algumas delas:
  • Economize água e energia
  • Não desperdice alimentos
  • Não compre nem venda animais silvestres
  • Proteja nossos recursos hídricos e áreas nativas
  • Evite utilizar o carro constantemente
  • Não compre o que você não precisa
  • Recicle

sábado, 16 de maio de 2020

DICAS PARA ALUNOS E PAIS RELATIVAMENTE AO ESTUDO EM CASA


1- GUIA PARA O ALUNO
Para que haja sucesso é fundamental que os alunos estejam motivados e sejam responsáveis pelo cumprimento das tarefas. São 10 as dicas que propomos. Oferecem orientações, conselhos e diretrizes gerais sobre como organizar e desenvolver a aprendizagem a partir de casa.



2- GUIA PARA AS FAMÍLIAS
Mais do que nunca as famílias são importantes na educação. Esta é uma oportunidade de participação e colaboração direta no processo de aprendizagem.








Utilizar o storytelling:


Em período de confinamento, incluindo na aldeia francesa de “Os druidas”, foram engendradas revistas semanais inéditas para alegrar os teus dias!
Aproveita as atividades, jogos e BD’s de Astérix com toda a família!


Descarregar gratuitamente os primeiros 5 números:


sexta-feira, 15 de maio de 2020

  COVID 19

Continuamos a ter que enfrentar  esta pandemia. Aconselho a leitura seguinte que sublinha alguns cuidados a ter.
https://covid19.min-saude.pt/wp-content/uploads/2020/05/ManualVOLUME1-1.pdf




quinta-feira, 14 de maio de 2020

Endereços interessantes

Olá a todos!

Envio-vos alguns links que podem ter interesse para assuntos escolares e também apresentam materiais que podem ser úteis. Vejam e aproveitem! Se precisarem de mais alguma coisa, podem contactar a BE através do endereço: bibliotecastaveiro@aecoimbraoeste.pt



quinta-feira, 30 de abril de 2020



Como está a chegar o Dia da Europa, 9 de maio, deixo aqui este texto que se lê rapidamente e é interessante!
Lenda da Europa

Europa era uma linda princesa fenícia. Como ainda não chegara à idade de casar, vivia com os pais num magnífico palácio e tinha por hábito dar longos passeios com as amigas nos prados e nos bosques. Certo dia quando apanhava flores junto da foz de um rio foi avistada por Zeus (o deus supremo) que se debruçava lá do Olimpo observando os mortais. Fascinado com tanta formosura, decidiu raptá-la. Para evitar a fúria da sua ciumentíssima mulher, quis disfarçar-se. Nada mais fácil para quem tem poderes sobrenaturais! Tomou a forma de um touro. Um belo touro castanho com um círculo prateado a enfeitar a testa. Desceu então ao prado e deitou-se aos pés da Europa.
Ela ficou encantada por ver ali um animal tão manso, de pelo sedoso e olhar meigo. Primeiro afagou-o, depois sentou-se-lhe no dorso e… o touro disparou de imediato a voar por cima do oceano. A pobre princesa ficou assustadíssima. Mas não tardou a perceber que o raptor só podia ser um deus disfarçado, pois entre as ondas emergiam peixes, tritões e sereias a acenar-lhes. Até Posídon apareceu agitando o seu tridente.
Muito chorosa, Europa implorou que não a abandonasse num lugar ermo. Zeus consolou-a, mostrou-se carinhoso, prometeu levá-la para um sítio lindo que ele conhecia fora da Ásia. Prometeu e cumpriu. Instalaram-se na ilha de Creta e tiveram três filhos que vieram a ser famosos. Agora o nome da princesa é que ficou famosíssimo!
Agradou a poetas da Grécia Antiga que passaram a chamar Europa aos territórios para lá da Grécia. E agradou ao historiador Hérodoto, que no séc. V a.C foi o primeiro a chamar Europa a todo o continente.
in «A Europa dá as Mãos», Ana Maria Magalhães / Isabel Alçada
Centro de Informação Europeia Jacques Delors, 1995.

terça-feira, 28 de abril de 2020

Neste tempo difícil em que têm de estar em casa, aproveitem para ler! Aqui vão algumas sugestões para o 5.º ano!


Lista de obras e textos para Iniciação à Educação Literária – 5.º ano


COVID 19

É importante saberes o que é o Covid 19 e seguires regras para não ficares contaminado, como por exemplo, manteres-te a um metro de outra pessoa, lavar as mãos frequentemente com desinfetante ou sabão, evitares contactos, principalmente  com os mais idosos, pois também são os mais frágeis.
Para saberes mais, consulta este site :
https://www.cuf.pt/mais-saude/coronavirus-o-que-e-sintomas-e-como-prevenir

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

Encontram-se na Biblioteca Escolar as exposições relativas ao Holocausto e ao regicídio. Esperamos pela tua visita!


                       
                                                    

quarta-feira, 29 de janeiro de 2020


Bichos de Miguel Torga

Esta obra apresenta vários contos, todos eles muito interessantes.
Como exemplo, resume-se aqui o conto "Nero". Espero-vos na Biblioteca para requisitarem este livro. Não se esqueçam ler faz bem ao cérebro!


NERO

Bicho perdigueiro, um caçador emérito, beleza de animal que foi, está no fim da vida.
Está triste de dizer adeus, de se despedir das charnecas onde farejava perdizes, dos prados verdejantes onde corria desalmado atrás das lebres fugidias e dos coelhos marotos, dos troncos seculares onde orgulhosamente marcava a sua passagem.
Triste de não rever o seu filhote, o Jau, que teve um destino tão infeliz lá para os lados de Jurjais…
E triste por ter de deixar os bichos humanos a quem foi tão fiel: os dois velhos que lhe deram guarida quando ainda menino chegou àquela casa, a menina que o recebeu nos braços com tanta ternura – lembra-se de tudo como se fosse ontem – e o dono, ah o dono, que vem tão raramente e lhe deixa tantas saudades.
Mas tudo isso que importa agora? Já nem forças tem para erguer a cabeça ou mexer a pata; está para ali, à espera.
Sim, só à espera de um sinal de reconhecimento, ou de amor, de um amor que corresponda ao seu, tão grande como aquele coração que ainda teima em bater ali dentro das costelas, quando todo o resto já deixou de funcionar...
E, de facto, adormece enfim, feliz ao ver por entre as pálpebras que já lhe pesam tanto, uma lágrima correr pelo rosto lindo da terna patroa nova.

Abandona-se então docemente e entra na barca de Caronte…
Mercedes Ferrari


terça-feira, 14 de janeiro de 2020


Proposta de leitura!
O livro intitulado História de um caracol que descobriu a importância da lentidão do autor Luís Sepúlveda e ilustrado por Paulo Galindro é uma excelente leitura para o 2.º ciclo.
 O livro faz parte do Plano Nacional de Leitura e é recomendado para apoio a projetos relacionados com a Educação para a Cidadania.
Aqui vai um pequeno resumo para te incentivar a descobrir mais peripécias desta interessante história.
Os caracóis que vivem no prado chamado País do Dente-de-Leão, sob a frondosa planta do calicanto, estão habituados a um estilo de vida pachorrento e silencioso, escondidos do olhar ávido dos outros animais, e a chamar uns aos outros simplesmente «caracol». Um deles, no entanto, acha injusto não ter um nome e fica especialmente interessado em conhecer os motivos da lentidão. Por isso, e apesar da reprovação dos outros caracóis, embarca numa viagem que o vai levar ao encontro de uma coruja melancólica e de uma tartaruga sábia, que o guiam na compreensão do valor da memória e da verdadeira natureza da coragem, e o ajudam a orientar os seus companheiros numa aventura ousada rumo à liberdade.

"É divertido resolver problemas"

Nos dias 7 e 13 de janeiro, a Dra. Joana Teles, do departamento da Matemática da Universidade de Coimbra, dinamizou, para todos os alunos das turmas dos 5.º e 6.º anos, uma sessão intitulada "É divertido resolver problemas". Os alunos mostraram-se empenhados e participativos e aprenderam algumas estratégias para resolver problemas. Claro, é preciso também tomar consciência da importância da concentração e da persistência!

segunda-feira, 25 de novembro de 2019

MÊS DE NOVEMBRO


Ao longo do mês de novembro foram realizadas várias exposições na Biblioteca Escolar da EB 2,3 de Taveiro: Bullying, Direitos Humanos, Violência contra a Mulher e Centenário de Sophia de Mello Breyner Andresen. As duas primeiras serviram para dar uma aula, no âmbito da disciplina Cidadania e Desenvolvimento, ao 5.º ano.

terça-feira, 17 de setembro de 2019

BOM ANO LETIVO COM MUITAS LEITURAS E MUITAS PESQUISAS!
A Leitora
A leitora abre o espaço num sopro subtil.
Lê na violência e no espanto da brancura.
Principia apaixonada, de surpresa em surpresa.
Ilumina e inunda e dissemina de arco em arco.
Ela fala com as pedras do livro, com as sílabas da sombra.

Ela adere à matéria porosa, à madeira do vento.
Desce pelos bosques como uma menina descalça.
Aproxima-se das praias onde o corpo se eleva
em chama de água. Na imaculada superfície
ou na espessura latejante, despe-se das formas,

branca no ar. É um torvelinho harmonioso,
um pássaro suspenso. A terra ergue-se inteira
na sede obscura de palavras verticais.
A água move-se até ao seu princípio puro.
O poema é um arbusto que não cessa de tremer.

António Ramos Rosa, in "Volante Verde"

quinta-feira, 18 de julho de 2019

Boas Férias!

Aproveitem e não se esqueçam de ler! A leitura é fundamental para o sucesso escolar, pois leva o aluno a saber mais, a refletir, a ter espírito crítico, a ser mais tolerante e solidário.







sexta-feira, 15 de março de 2019

Semana da Leitura

Durante a Semana da Leitura, a professora bibliotecária deslocou-se a todas as salas de aula de Português do 2.º ciclo para leituras de vários textos (poemas de Eugénio de Andrade e Sidónio Muralha e leitura da obra "A árvore generosa" de Shel Silverstein). A equipa da biblioteca gostaria que os alunos fossem à biblioteca deixar um comentário sobre a atividade.

Urgentemente

É urgente o Amor,
É urgente um barco no mar.

É urgente destruir certas palavras
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos,
muitas espadas.

É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.

Cai o silêncio nos ombros,
e a luz impura até doer.
É urgente o amor, 
É urgente permanecer.

                     Eugénio de Andrade

domingo, 23 de dezembro de 2018

A Biblioteca Escolar deseja a todos um feliz Natal e um próspero ano novo!

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Concurso Nacional de Leitura 2018-2019

No dia 12 de dezembro, pelas 15 horas, na Biblioteca Escolar, vai decorrer a fase de escola do Concurso Nacional de Leitura.

Relembramos que as obras selecionadas são:

- 2.º ciclo: Missão Impossível de Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada
- 3.º ciclo: conto "Nero" de Os Bichos de Miguel Torga



Boas leituras!

quinta-feira, 25 de outubro de 2018



MENSAGEM DA COORDENADORA DA RBE

Outubro, mês dedicado às bibliotecas escolares incentiva-nos ao reforço desta REDE e à reflexão sobre o lugar da biblioteca naquele que é o processo de formação da criança e do jovem.

Suportados no valor do saber e da aprendizagem procuramos conciliar respostas ajustadas aos desafios mais gerais da educação, perseguindo os nossos propósitos de sempre: atender aos diferentes perfis dos nossos alunos com respostas adequadas às suas necessidades individuais.

Colaboração, inovação, inclusão, … algumas das marcas que têm acompanhado o desenvolvimento da RBE e que vão ao encontro das medidas educativas ministeriais preconizadas para este ano. Para as bibliotecas escolares é a oportunidade de reforçar a sua intervenção, participando ativamente neste desígnio e estreitando o trabalho colaborativo entre a biblioteca e os docentes das diferentes áreas curriculares, contribuindo para a flexibilidade das aprendizagens. 

Igualmente, a multiplicidade de saberes e competências e o carácter mais humanista da formação do aluno, previsto no Perfil dos alunos no final da escolaridade obrigatória têm, na biblioteca, um suporte e um apoio indispensáveis.

A relação privilegiada, de proximidade, que desenvolvemos nesta REDE, permitirá continuarmos a encontrar as melhores respostas aos múltiplos desafios que, permanentemente, nos confrontam.

Nesse sentido, o desenvolvimento da RBE tem tido como pilar estruturante o lançamento anual de diferentes candidaturas que amplificam as possibilidades das bibliotecas adequarem os projetos à sua realidade ao mesmo tempo que proporcionam percursos inovadores diversificados.

Para uma efetiva conjugação de esforços entre todos destacámos, este ano, um conjunto de áreas prioritárias que nos parecem essenciais para consolidar o nosso trabalho.
(...)

Aos coordenadores interconcelhios, professores bibliotecários, docentes das equipas das bibliotecas escolares, assistentes operacionais e alunos, desejo que a celebração em torno do Mês Internacional das Bibliotecas Escolares se traduza num ano inteiro de boas experiências!
Votos de bom trabalho!
Manuela Pargana Silva


segunda-feira, 24 de setembro de 2018



A BIBLIOTECA ESCOLAR DESEJA A TODOS OS ALUNOS, DOCENTES E FUNCIONÁRIOS UM EXCELENTE ANO LETIVO CHEIO DE LEITURAS!!!


Aqui fica um belo poema de José Jorge Letria:

Apetece chamar-lhes irmãos,
tê-los ao colo, afagá-los de par em par, 
ver o Pinóquio a rir
e o D. Quixote a sonhar,
e a Alice do outro lado
do espelho a inventar
um mundo de assombros
que dá gosto visitar.
Apetece chamar-lhes irmãos
e deixar brilhar os olhos
nas páginas das suas mãos.

terça-feira, 22 de maio de 2018

No dia 15 de maio, decorreram, na Biblioteca Escolar da EB 2,3 de Taveiro, duas representações de teatro para o 2.º ciclo. Assim, de manhã, pelas 10 h 20 min, os alunos das duas turmas do 5.º ano assistiram à peça O Príncipe Nabo, baseada na obra com o mesmo título, da escritora Ilse Losa. De tarde, foi a vez de os alunos do 6.º ano terem assistido à representação baseada na obra Ali Babá e os Quarenta Ladrões (texto com adaptação de Luc Lefort). As duas obras fazem parte das Metas Curriculares de Português do Ensino Básico e do Plano Nacional de Leitura.
Os alunos adoraram cada momento e, no final, colocaram algumas questões sobre o trabalho dos atores.


terça-feira, 24 de abril de 2018

"É Divertido Resolver Problemas"

Nos dias 9 e 10 de abril, a Dra. Joana Teles, do Departamento de Matemática da Universidade de Coimbra deslocou-se à Escola Básica 2,3 de Taveiro para realizar, em todas as turmas do 5.º e do 6.º ano, uma sessão intitulada “É Divertido Resolver Problemas”. Esta atividade teve como objetivo incentivar o gosto pela disciplina de Matemática.
A partir da proposta e resolução de alguns problemas habituais em provas de Olimpíadas, a professora apresentou técnicas usuais facilitadoras na resolução de exercícios/problemas.

Os alunos mostraram-se bastante agradados com a dinâmica criada durante a sessão e corresponderam muito bem à iniciativa, participando ativamente na resolução dos desafios propostos. E assim, desfrutaram de momentos repletos de vivências matemáticas enriquecedoras.










terça-feira, 13 de março de 2018

Plasticologia Marinha na EB23 de Taveiro!



A Biblioteca Escolar da EB 2,3 de Taveiro, em articulação com as docentes de Ciências e o Oceanário, recebeu, nos dias 19 e 20 de fevereiro, a bióloga Isabel Nabais que veio realizar, com todas as turmas do 2.º ciclo, várias sessões práticas sobre “Plasticologia Marinha”.
Através do visionamento de vídeos, a concretização de experiências práticas, a partilha de opiniões, a Dra. Isabel Nabais conseguiu que os alunos tomassem consciência da necessidade de mudar de atitudes relativamente ao uso de plásticos de forma descontrolada e do seu impacto negativo no planeta e no Homem. Por esta razão, é importante que os nossos alunos sensibilizem também os colegas, pais e familiares sobre a problemática do plástico nos oceanos, visto que agora possuem algumas ferramentas que devem divulgar, alertando, principalmente, para a urgência de alteração de comportamentos.
Os alunos demonstraram interesse e também se divertiram! 















sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Para Relembrar o Holocausto (dia 27 de janeiro)

Para relembrar o Holocausto (dia 27 de janeiro), a Biblioteca Escolar da EB 2,3 de Taveiro, em articulação com o Clube Europeu, realizou um mural e uma exposição de fundo documental.

 A Professora Bibliotecária foi a algumas salas falar com os alunos sobre o assunto e referir algumas obras que existem na BE e que podem ser requisitadas. A motivação por parte da docente de Português Leonor Negrão, do 2.º ciclo, foi importante, levando os alunos a requisitar todos os exemplares do livro “O rapaz do pijama às riscas”, de John Boyne!

Ao longo dessa semana, em articulação com o Plano Nacional de Cinema (PNC), foi ainda visionado o filme de Mark Herman baseado na obra referida, e os alunos do 5.º e do 6.º ano tiveram oportunidade de ver o também belíssimo filme “A vida é bela”, de Roberto Benigni.