terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Dia Internacional dos Direitos Humanos

     Dia Internacional dos Direitos Humanos é celebrado, todos os anos, a 10 de dezembro, para homenagear a dedicação e o empenho de todos os cidadãos defensores dos direitos humanos e terminar com a discriminação (seja de que tipo for).  O objetivo é promover  a igualdade entre todos os cidadãos.

    Ora um desses grandes defensores foi Nelson Mandela, de quem já deves ter ouvido falar nos últimos dias, visto ter falecido no passado dia 5 de dezembro, com 95 anos de idade. Ele esteve preso durante 27 anos. Só, a 11 de fevereiro de 1990, voltou  a estar em liberdade. No entanto, somente aceitou sair da prisão quando recebeu garantias de que todos os outros prisioneiros políticos seriam libertados como ele.

(imagem retirada da Internet)

(imagem retirada da Internet)

     Foi o primeiro presidente negro na África do Sul e, em 1993, recebeu o Prémio Nobel da Paz. Foi-lhe também dedicado, pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas, um dia por ano, 18 de julho, como o Dia Internacional Nelson Mandela - Pela liberdade, justiça e democracia, devido à sua dedicação ao serviço da humanidade na resolução de conflitos, na relação entre raças, na promoção e proteção dos direitos humanos, na igualdade de géneros e direitos das crianças e outros grupos vulneráveis bem como pelo desenvolvimento das comunidades pobres ou subdesenvolvidas. 

   Talvez tenhas ouvido falar deste grande homem, todavia associado a outros nomes. É que Mandela é, muitas vezes, chamado, na África do Sul, por "Tata", que significa "pai", ou por "khulu" que é "grandioso" – ambos na língua xhosa. Mas Mandela é sobretudo referido, em sinal de respeito, por "Madiba" – nome de um chefe thembu que reinou no Transkei no século XVIII, o nome do clã de Mandela que é mais importante do que o apelido. Na clandestinidade, a partir de 1961, vestiu a pele de um David Motsamayi; disfarçou-se várias vezes de motorista, cozinheiro, jardineiro. 

   Para além disto tudo, ele foi o principal símbolo da libertação da África do Sul.



   Comemoração do Dia dos Direitos Humanos

   A celebração da data foi escolhida para honrar o dia em que a Assembleia Geral das Nações Unidas proclamou, a 10 de dezembro de 1948, a Declaração Universal dos Direitos do Homem. Esta foi assinada por 58 estados e pretendia promover a paz e a preservação da humanidade após os conflitos da 2ª Guerra Mundial que dizimaram milhões de pessoas.
   A Declaração Universal dos Direitos do Homem  elenca os direitos humanos mínimos a que todos os cidadãos têm direito. 
   Neste dia, acontecem várias iniciativas a nível mundial de promoção e defesa dos direitos do homem, sendo, de igual modo, neste dia, a entrega do Prémio Nobel da Paz.


 Comemoração do Dia dos Direitos Humanos em Portugal

  Em Portugal, a Assembleia da República reconheceu a grande importância da Declaração Universal dos Direitos do Homem ao aprovar, em 1998, a Resolução que vigora até hoje, na qual deixou instituído que o dia 10 de dezembro deveria ser considerado o Dia Nacional dos Direitos Humanos.

   https://www.youtube.com/watch?v=uCnIKEOtbfc


(retirado de https://www.youtube.com/watch?v=uCnIKEOtbfc)


sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Feira do Livro - até 16 de dezembro

      Visita a Feira do Livro a decorrer na Biblioteca Escolar da EB 2, 3 de Taveiro.
    Há livros para todas as idades e preços (desde 2, 15)...  Os teus familiares e encarregados de educação também podem visitar e comprar os seus presentes de Natal.