quarta-feira, 29 de janeiro de 2020


Bichos de Miguel Torga

Esta obra apresenta vários contos, todos eles muito interessantes.
Como exemplo, resume-se aqui o conto "Nero". Espero-vos na Biblioteca para requisitarem este livro. Não se esqueçam ler faz bem ao cérebro!


NERO

Bicho perdigueiro, um caçador emérito, beleza de animal que foi, está no fim da vida.
Está triste de dizer adeus, de se despedir das charnecas onde farejava perdizes, dos prados verdejantes onde corria desalmado atrás das lebres fugidias e dos coelhos marotos, dos troncos seculares onde orgulhosamente marcava a sua passagem.
Triste de não rever o seu filhote, o Jau, que teve um destino tão infeliz lá para os lados de Jurjais…
E triste por ter de deixar os bichos humanos a quem foi tão fiel: os dois velhos que lhe deram guarida quando ainda menino chegou àquela casa, a menina que o recebeu nos braços com tanta ternura – lembra-se de tudo como se fosse ontem – e o dono, ah o dono, que vem tão raramente e lhe deixa tantas saudades.
Mas tudo isso que importa agora? Já nem forças tem para erguer a cabeça ou mexer a pata; está para ali, à espera.
Sim, só à espera de um sinal de reconhecimento, ou de amor, de um amor que corresponda ao seu, tão grande como aquele coração que ainda teima em bater ali dentro das costelas, quando todo o resto já deixou de funcionar...
E, de facto, adormece enfim, feliz ao ver por entre as pálpebras que já lhe pesam tanto, uma lágrima correr pelo rosto lindo da terna patroa nova.

Abandona-se então docemente e entra na barca de Caronte…
Mercedes Ferrari


terça-feira, 14 de janeiro de 2020


Proposta de leitura!
O livro intitulado História de um caracol que descobriu a importância da lentidão do autor Luís Sepúlveda e ilustrado por Paulo Galindro é uma excelente leitura para o 2.º ciclo.
 O livro faz parte do Plano Nacional de Leitura e é recomendado para apoio a projetos relacionados com a Educação para a Cidadania.
Aqui vai um pequeno resumo para te incentivar a descobrir mais peripécias desta interessante história.
Os caracóis que vivem no prado chamado País do Dente-de-Leão, sob a frondosa planta do calicanto, estão habituados a um estilo de vida pachorrento e silencioso, escondidos do olhar ávido dos outros animais, e a chamar uns aos outros simplesmente «caracol». Um deles, no entanto, acha injusto não ter um nome e fica especialmente interessado em conhecer os motivos da lentidão. Por isso, e apesar da reprovação dos outros caracóis, embarca numa viagem que o vai levar ao encontro de uma coruja melancólica e de uma tartaruga sábia, que o guiam na compreensão do valor da memória e da verdadeira natureza da coragem, e o ajudam a orientar os seus companheiros numa aventura ousada rumo à liberdade.

"É divertido resolver problemas"

Nos dias 7 e 13 de janeiro, a Dra. Joana Teles, do departamento da Matemática da Universidade de Coimbra, dinamizou, para todos os alunos das turmas dos 5.º e 6.º anos, uma sessão intitulada "É divertido resolver problemas". Os alunos mostraram-se empenhados e participativos e aprenderam algumas estratégias para resolver problemas. Claro, é preciso também tomar consciência da importância da concentração e da persistência!