terça-feira, 9 de dezembro de 2014

E assim aconteceu na BE...


Sophia de Mello Breyner Andresen - uma mulher lutadora...






Há que acabar com a violência...





Malala, uma jovem ímpar...





1 de dezembro - Dia Mundial de Luta Contra a Sida, porque nunca é de mais relembrar...





quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Autora do Mês: Sophia de Mello Breyner Andresen

         


         
        Sophia de Mello Breyner Andresen nasceu no Porto a 6 de novembro de 1919, no seio de uma família aristocrática. Viveu no Porto e na Praia da Granja, que a inspirou com o mar e os pinhais. 
         Frequentou Filologia Clássica na Universidade de Lisboa, que não chegou a concluir e, mais tarde, casou-se com o jornalista e político Francisco Sousa Tavares, tendo cinco filhos. Estes foram a sua motivação para a escrita de contos infantis, como "O Rapaz de Bronze", "A Fada Oriana" e "A Menina do Mar". Criada na velha aristocracia portuguesa, educada nos valores tradicionais da moral cristã, dirigente de movimentos universitários católicos, veio a tornar-se uma das figuras mais representativas de uma altitude política liberal, denunciando os falsos critérios do regime salazarista e os seus seguidores mais radicais. 
        Foi, ainda, candidata a Deputada da Assembleia Constituinte, pelo Partido Socialista, e tradutora para português de obras de Claudel, Dante, Shakespeare e Eurípedes, chegando a ser condecorada pelo governo italiano pela sua tradução de "O Purgatório". A escritora ganhou também o Grande Prémio de Poesia da Sociedade Portuguesa de Escritores, o Grande Prémio Calouste Gulbenkian de Literatura para Crianças e o Prémio 50 Anos de Vida Literária. Faleceu a 21 de julho de 2004 com 84 anos de idade.




Queres saber mais?!
Clica em:
  • Homenagem da sua filha Maria - Sophia de Mello Breyner Andresen no seu tempo. Momentos e Documentos. Seleção, conteúdos e organização por Maria Andresen Sousa Tavares

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Concurso de Natal


De 10 de novembro a 5 de janeiro, criativo e original: escreve o teu conto sobre o Natal!
(imagem retirada da Internet)
(imagem retirada da Internet)








REGULAMENTO
1.  Objetivos
*      O concurso “O MELHOR CONTO DE NATAL” é organizado pelas Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas Coimbra Oeste.
*  Tem como finalidade estimular a criatividade e originalidade, na modalidade de Conto, promovendo o gosto pela expressão escrita.

2.  Quem pode participar
*      Podem concorrer todos os alunos dos 1º, 2º e 3º Ciclos e Ensino Secundário.   

3.  Calendarização
*       Início: 10 de novembro de 2014
*       Prazo de entrega: 5 de janeiro de 2015

4.  Como participar
*     Os trabalhos deverão ser entregues na Biblioteca Escolar da EB 2,3 de Taveiro ou enviados pelo e-mail alcina2@gmail.com, devidamente identificados no verso da folha com o nome do estabelecimento de ensino, o ano, número, turma e nome do concorrente.

5.  Especificidades do texto a apresentar
*      Os textos terão de ser originais e individuais.
*    Cada texto não deverá exceder o equivalente a 3 páginas tipo A4,; o espaçamento é de 1,5; letra Times New Roman; tamanho 12.
*      Os contos podem ser ilustrados.
*  Os textos podem ser manuscritos (desde que numa caligrafia legível) ou escritos no computador.

6. Constituição do Júri
*    O júri será constituído por dois alunos, um professor do 1.º ciclo, uma professora de Português, a professora bibliotecária e sua equipa.

7. Vencedores
*       Serão premiados os 2 melhores contos de cada ciclo (1.º, 2.º e 3.º ciclos e Ensino Secundário) e todos os participantes receberão um Certificado de Participação.

8. Divulgação e entrega dos prémios
*   A afixação do nome dos premiados será efetuada, no final de janeiro, nos placares das bibliotecas, nos blogues da Bibliotecas e página do Agrupamento de Escolas Coimbra Oeste.
*      A entrega dos prémios aos alunos do 1º ciclo será realizada pelo professor titular de turma. No caso dos alunos dos 2.º e 3º Ciclos e Ensino Secundário, serão os professores de Português a entregar os prémios aos alunos vencedores.

              A Equipa da BE / CRE                                                   

                                                 

Feira do Livro - de 24 de novembro a 5 de dezembro

Em novembro e em dezembro, é tempo de feirar; vem à tua biblioteca: ver, ler e comprar!

(imagem retirada da Internet)

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Concurso Nacional de Leitura - 9.ª Edição|2014-2015







(imagens retiradas da Internet)


“A leitura de um bom livro é um diálogo incessante: o livro fala e a alma responde.” André Maurois


Uma boa leitura é uma leitura que nos empurra para a vida, que nos leva para dentro do mundo e que possibilita a nossa inserção no meio social.

Investir na prática continuada da leitura é importante porque permite: 
1. Falar sobre diversos assuntos
Ao ler com frequência, podes ampliar o teu conhecimento sobre diversos tipos de conteúdos e temáticas, desde factos reais a histórias de ficção. Assim, melhoras a tua capacidade de compreensão e tornas-te capaz de abordar assuntos diferentes, o que poderá aumentar a tua confiança, autoestima e criatividade.

2. Melhorar a memória
Quanto mais livros leres, maiores serão as tuas capacidades de compreensão, de interpretação e de expressão. Ao entender a importância de um assunto e o motivo pelo qual ele é importante, vais, certamente, lembrar-te dele com mais clareza, fazendo com que a tua memória se desenvolva mais.

3. Aprimorar a capacidade de aprendizagem
Se costumas estar desatento(a) ao realizar as tuas tarefas, passar a ler mais pode ajudar a tua concentração e diminuir as situações de ansiedade. O teu interesse por assuntos diversos aumentará e vais sentir-te mais motivado(a) a procurar novas informações, melhorando as tuas aprendizagens.

4. Encontrar empregos melhores
Com um conhecimento mais amplo sobre diversos assuntos, terás mais hipóteses de ser bem-sucedido(a) com as oportunidades profissionais. Uma pessoa culta, que mostra ter vontade de aprender constantemente, pode destacar-se entre os candidatos a uma vaga, conquistando os recrutadores.


Obras selecionadas pela Biblioteca Escolar da EB23 de Taveiro:
  • ·         Conto “O Homem que Odiava os Domingos”, in O Homem que Odiava os Domingos e Outras histórias, de José Jorge Letria. Biblioteca AMBAR de Bolso; 1.ª edição de 2003.


  • ·         Conto “A Estrela”, in Contos, de Vergílio Ferreira



Data da Prova, 1.ª FASE (a nível de Escola): 8 de janeiro de 2015, pelas 10h20, na Biblioteca Escolar da EB 23 de Taveiro.


Inscreve-te



terça-feira, 21 de outubro de 2014

Propostas Atrevidas

    Ao longo deste ano letivo, deixar-te-emos, neste blogue, muitíssimas propostas atrevidas... de leitura, de contemplação do mundo à tua volta, de admiração para com o que te rodeia...
Estarão todas, na nossa BE, à tua espera! Despacha-te!

    Hoje, iniciaremos este desafio, deixando-te propostas atrevidas de Ciências Físico-Químicas, apresentadas por docentes desta disciplina. Verás como são divertidas!



(Imagem retirada da Internet)

  • Química Explosiva, de Nick Arnold - Coleção Ciência Horrível - Cota: 53/54 ARN
(Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura 3º Ciclo. Apoio a projectos relacionados com Temas Científicos.)

  • A Física no Dia-a-Dia na Escola, coordenação de Ana Maria Eiró - Adaptação da exposição do Pavilhão do Conhecimento, baseada na obra Física no Dia-a-Dia, de Rómulo de Carvalho - Cota: 53 EIR


  • O Que é Isto da Física?, de Kate Davies - Cota: 53/54 DAV
(Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura 3º Ciclo. Apoio a projectos relacionados com Temas Científicos.)


quinta-feira, 9 de outubro de 2014

16 de outubro - Dia Mundial da Alimentação - jogos

Olá!                                    

    Para que te divirtas, sozinho ou com os teus amigos, mas sem esqueceres o estudo, aqui fica uma sugestão a utilizares online. E sempre podes dizer aos teus pais que estás a estudar, usando as Novas Tecnologias:
               http://explorarasciencias.yolasite.com/jogoscn.php

    E não te esqueças, passa pela Biblioteca Escolar: há workshops, mais jogos, exposições sobre esta temática. No dia 16, haverá surpresas... Esperamos por ti e pelos teus colegas!

(imagem retirada da Internet)

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Dia Mundial da Música

    
(Imagem retirada da Internet)

 "O Dia Mundial da Música, oficializado pelo Conselho Internacional da Música, organização não-governamental apoiada pela UNESCO, celebra-se desde 1975, tendo sido uma iniciativa do violinista Yehudi Menuhin, na época presidente daquele conselho."
Retirado de 
http://blitz.sapo.pt/amanha-e-dia-mundial-da-musica-todos-os-concertos-aqui=f93846#ixzz3Et4vtVgj, onde poderás conhecer várias iniciativas a acontecerem em Portugal e assistir a concertos.


E, em Coimbra?... 
                                     
                                                                             (Imagem retirada da Internet)

     "Em Coimbra, o dia é celebrado pelo Jazz ao Centro Clube, com a apresentação, às 19:00, no Salão Brazil do seu Serviço Educativo num fórum de debate. De manhã, pelas 10:30, neste mesmo espaço na baixa coimbrã, realiza-se o workshop de música “GeraSom”, liderado pela musicoterapeuta Paula Nozzari. Este workshop, segundo informa o Jazz ao Centro, “foi construído em parceria com a Associação Nacional de Apoio ao Idoso de Coimbra e vai contar com a presença de 15 pessoas, todas com mais de 60 anos”.

     Às 22:00, realiza-se um concerto com os Sumrrá, vindos de Espanha, que o crítico de música Candido Querol apontou como "o trio mais inovador da cena espanhola". O trio, formado por Manuel Gutiérrez (piano), Xacobe Martínez (contrabajo) e L.A.R. Legido (bateria), surgiu em 2000 e já realizou várias digressões internacionais.

     Ainda em Coimbra, às 21:30, no Pavilhão de Portugal, a Orquestra Clássica do Centro, sob a direção de David Wyn Lloyd, atua com o concertino Peter Fisher. O programa do concerto é constituído por "Romance em Fá Maior", de Beethoven para violino e orquestra, "Summer Night on the River", de Frederick Delius, e a Sinfonia n.º 38, "Praga", de Mozart."
Retirado de http://musica.sapo.pt/noticias/concertos/dia-mundial-da-musica-celebrado-com-varios-eventos-nesta-quarta-feira

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Regresso

   Olá!
   Regressámos! Sim, eis-nos de volta, com  
                                                 

e muitos
                   !
   


    "Não se esqueçam que todos trazem em si o germe, o início, a possibilidade para todas as capacidades e confirmação do mundo. Será a vossa atitude no início das tarefas que, mais do que qualquer outra coisa, vai afetar o resultado final e o vosso sucesso. 
     Bom ano letivo!"
A Professora Bibliotecária, Alcina Pires


     Ao longo de 2014/2015, tal como nos anos transatos, a Biblioteca Escolar (a BE) presentear-vos-á com concursos, encontros com escritores, celebração de efemérides, exposições e surpresas... muitas surpresas...


        Em
                   

Mês Internacional da Biblioteca Escolar 2014, 

sob o lema  A tua biblioteca escolar: um mapa de ideias (tradução adotada pela RBE),apresentar-vos-emos uma exposição sobre o regicídio (gentilmente, cedida pela Biblioteca Municipal de Coimbra), celebraremos o Dia Mundial da Alimentação e, obviamente, mostrar-vos-emos como as ideias andam à solta na tua BE!

Contamos convoscoContamos com todos!


quinta-feira, 19 de junho de 2014

A melhor leitora da Biblioteca Escolar da EB 2,3 de Taveiro

    E o prémio vai para a aluna Lara Tiago (5ºD)! Muitos parabéns!
   

A Lara e a Professora Bibliotecária: Alcina Pires

Entrega de certificados

    Eis algumas fotos para mais tarde recordares!
    Desta vez, mostram a entrega de Certificados aos vencedores do Concurso de Ortografia e do Concurso de Caligrafia - alunos do 5º Ano:

O nosso / vosso livro digital!

     Aliando o gosto pela escrita e pelas novas tecnologias, aqui fica o nosso / vosso livro digital, construído com as vossas palavras sobre a Liberdade:




terça-feira, 3 de junho de 2014

Relembrando maio de 68...

     No mês de maio, foi tempo de relembrar maio de 68.


     Sabes a razão por que se recorda esta data?! Ora, aqui, fica uma pequena síntese:

    A "crise" de maio de 1968 começou por ser uma contestação estudantil francesa que teve réplicas nos demais países desenvolvidos, desde os EUA ao Japão. 

    "foi uma grande onda de protestos que teve início com manifestações estudantis para pedir reformas no setor educacional. O movimento cresceu tanto que evoluiu para uma greve de trabalhadores que fez "estremecer" o governo do então presidente da França, Charles De Gaulle. "Os universitários uniram-se aos operários e promoveram a maior greve geral da Europa, com a participação de cerca de 9 milhões de pessoas. Isso enfraqueceu politicamente o general De Gaulle, que renunciou um ano depois", diz o historiador Alberto Aggio, da Universidade Estadual Paulista (Unesp), de Franca (SP).
   O começo de tudo foi uma série de conflitos entre estudantes e autoridades da Universidade de Paris, em Nanterre, cidade próxima à capital francesa. No dia 2 de maio de 1968, a administração decidiu fechar a escola e ameaçou expulsar vários estudantes acusados de liderar o movimento contra a instituição. As medidas provocaram a reação imediata dos alunos de uma das mais renomadas universidades do mundo, a Sorbonne, em Paris.
     Eles reuniram-se no dia seguinte para protestar, saindo em passeio sob o comando do líder estudantil Daniel Cohn-Bendit. A polícia reprimiu os estudantes com violência e, durante vários dias, as ruas de Paris foram cenário de batalhas campais. A reação brutal do governo só ampliou a importância das manifestações: o Partido Comunista Francês anunciou o seu apoio aos universitários e uma influente federação de sindicatos convocou uma greve geral para o dia 13 de maio.
     No auge do movimento, quase dois terços da força de trabalho do país "cruzaram os braços". Pressionado, no dia 30 de maio, o presidente De Gaulle convocou eleições para junho. Com a manobra política (que desmobilizou os estudantes) e promessas de aumentos salariais (que fizeram os operários voltar às fábricas), o governo retomou o controle da situação. As eleições foram vencidas por aliados de De Gaulle e a crise acabou."
adaptado de http://mundoestranho.abril.com.br/materia/o-que-foi-o-movimento-de-maio-de-68-na-franca





quinta-feira, 29 de maio de 2014

Ida ao Teatro



           No dia 6 de maio, no período da tarde, os alunos do 3º Ciclo da EB 2,3 de Taveiro foram ao teatro, acompanhados pelos professores Célia Mafalda Oliveira (equipa da BE), Fernando Oliveira, Graça Pimentel, Helena Queiroz, Helena Reis e Patrícia Amendoeira.
      O local de representação aconteceu no Colégio de São Teotónio, em Coimbra. Foi com muito entusiasmo e curiosidade que assistiram à peça "A Liberdade está a passar por aqui - 40 anos de uma revolução", uma criação de Leonor Barata, com produção teatral do grupo AtrapalhArte e participação de alunos do Curso de Artes do Espetáculo do Colégio de São Teotónio.
        De forma simbólica e criativa, foi recordada a Liberdade conquistada em abril de 74, para que os nossos jovens do limiar do séc. XXI, percebam o passado, vivam o presente com respeito e projetem o seu futuro.

sexta-feira, 16 de maio de 2014

9 de maio - Dia da Europa






Porquê um Dia da Europa?
Robert Schuman realizou um acto histórico, quando, em 9 de maio de 1950, propôs à República Federal da Alemanha e aos outros países europeus, que quisessem associar-se, a criação de uma comunidade de interesses pacíficos.
Ao fazer as pazes com os antigos adversários, “apagava” os rancores da guerra e o peso do passado, desencadeando um processo totalmente novo na ordem das relações internacionais, ao propor a velhas nações, pelo exercício conjunto das suas próprias soberanias, a recuperação da influência que cada uma delas se revelava impotente para exercer sozinha. Esta proposta de Robert Schuman, conhecida como "Declaração Schuman", é considerada o começo da criação do que é hoje a União Europeia. Na Cimeira de Milão de 1985, os Chefes de Estado e de Governo decidiram celebrar o dia 9 de maio como "Dia da Europa".
Desde então, a Europa é um "continente em reconstrução", representando o grande desígnio do século XX e uma nova esperança para o século XXI, já que os povos europeus desejam que haja paz. No entanto, nem sempre tem sido fácil, dado que os países estão em rápida e profunda mudança. Mesmo assim, este imenso desejo de democracia e de liberdade fez cair o muro de Berlim, devolveu o controlo do seu destino aos povos da Europa Central e Oriental e, atualmente, com a perspectiva de próximos alargamentos que consagrem a unidade do continente, confere uma nova dimensão ao ideal da construção europeia.




A divisa da UE
A divisa da União Europeia («Unida na diversidade») começou a ser utilizada no ano 2000.
Esta divisa evoca a forma como os europeus se uniram e formaram a UE para trabalhar em conjunto pela paz e prosperidade, sem nunca esquecer a enriquecedora diversidade de culturas, tradições e línguas que caracteriza o continente europeu.

Curiosidade: repara como se diz em Romeno. 
  • Português: Unidade na diversidade
  • Francês: Unie dans la diversité
  • Inglês: United in diversity
  • Espanhol: Unida en la diversidade
  • Italiano: Uniti nella diversità
  • Búlgaro : Единство в многообразието
  • Croata: Ujedinjeni u različitosti
  • Checo : Jednotná v rozmanitosti
  • Dinamarquês : Forenet i mangfoldighed
  • Neerlandês : In verscheidenheid verenigd
  • Estónio : Ühinenud mitmekesisuses
  • Finlandês : Moninaisuudessaan yhtenäinen
  • Alemão : In Vielfalt geeint
  • Grego : Ενωμένοι στην πολυμορφία
  • Húngaro : Egység a sokféleségben
  • Irlandês : Aontaithe san éagsúlacht
  • Letão : Vienoti daudzveidībā
  • Lituano : Suvienijusi įvairovę
  • Maltês : Magħquda fid-diversità
  • Polaco : Zjednoczeni w różnorodności
  • Romeno : Unida na diversidade
  • Eslovaco : Zjednotení v rozmanitosti
  • Esloveno : Združeni v različnosti
  • Sueco : Förenade i mångfalden