quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Janeiro - Ilse Losa

Ilse Losa

Ilse Lieblich Losa, escritora portuguesa de origem alemã e de ascendência judaica, nasceu a 20 de Março de 1913, em Bauer, uma cidade perto de Hanover. A primeira infância foi passada com os avós paternos. Frequenta o liceu em Osnabrük e Hildesheim e o Instituto Comercial em Hanover.
Em 1930 está em Londres onde toma conta de crianças durante um ano. De regresso à Alemanha e devido à sua condição de judia é perseguida pela Gestapo e tem de abandonar o seu país, refugiando-se em Portugal onde chega em 1934, radicando-se no Porto. Casa com o arquitecto Arménio Losa e adquire a nacionalidade portuguesa.
A sua obra inclui romances, contos, crónicas, trabalhos pedagógicos e literatura para crianças.
Paralelamente à sua actividade de escritora desenvolveu outras ocupações quer no domínio da tradução, quer como colaboradora em jornais e revistas, alemães e portugueses, de que salientamos o Jornal de Notícias, o Comércio do Porto, o Diário de Notícias, Neue Deutsche Literatur, entre outros.
Ilse Losa está também representada em várias antologias de autores portugueses, tendo ela própria colaborado na organização e tradução de antologias de obras portuguesas publicadas na Alemanha. Traduziu do alemão alguns dos mais consagrados autores.

Em 1984 recebeu o Grande Prémio Gulbenkian, pelo conjunto da sua obra para crianças.

Em 1998 recebeu o Grande Prémio de Crónica, da APE (Associação portuguesa de Escritores) por À Flor do Tempo.

Retirado do site:
http://www.mulheres-ps20.ipp.pt/Ilse%20Losa%20.htm

Ilse Losa dedicou-se um pouco mais à literatura infantil e escreveu vários livros, mas destacaram-se os seguintes livros: “Rio sem Ponte”, “Sob Céus estranhos”, “ À Flor do Tempo” e a crónica de viagem: “ Ida e Volta – À procura de Babbitt”.

Em 6 de Janeiro de 2006 faleceu no Porto.


O primeiro romance que publicou chama-se “O mundo em que Vivi” que retrata o ambiente de guerra, vivido, ainda em criança, na Alemanha. A nossa BE tem disponível no seu fundo documental este livro, recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para o programa de português do 7º ano de escolaridade, destinado a leitura orientada na sala de aula.


Informação organizada por
Clube dos Amigos da Biblioteca
Rui Pancas

Sem comentários: